Início / Saúde / Estudos comprovam que dose fracionada da vacina para febre amarela protege por oito anos

Estudos comprovam que dose fracionada da vacina para febre amarela protege por oito anos

O Ministério da Saúde atualizou a situação da febre amarela no Brasil e definiu uma nova estratégia para a vacinação contra a doença. A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, afirma que os estudos realizados pelo Brasil comprovam que a dose fracionada da vacina previne contra a doença por pelo menos oito anos.

“Os estudos indicam que a vacina protege por, pelo menos, oito anos. Mas isso não é um dado definitivo, os estudos continuam e, no futuro, nós vamos poder avaliar se quem tomou a vacina com a dose fracionada, se vai ter de repetir a dose ou não. Então nós ainda temos um longo tempo de oito anos para ter essa definição. Se esse grupo que está recebendo a vacina hoje, terá de ser revacinado. Por isso, o Ministério da Saúde estará colocando um selo na caderneta de vacinação da pessoa registrando que ela recebeu essa dose fracionada. Toda pessoa deve guardar a sua caderneta de vacinação, não só quem está recebendo a dose fracionada, mas como qualquer outro tipo de vacina. Este é o documento que comprova a sua situação vacinal e ao chegar em um serviço de saúde, ele vai poder avaliar se essa pessoa precisa ou não tomar uma dose de vacina, não só da febre amarela mas qualquer outra está no calendário nacional de vacinação”.

Quer saber mais sobre a febre amarela? Então acesse: www.saude.gov.br

Sobre Redação

Principais noticias e destaques do Brasil e do Mundo. Com conteúdo das melhores agências de notícias e assessorias, tudo selecionado pela Redação do Blog do Riomar Bruno.

Deixe uma resposta