Acontecendo

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Feriado em Homenagem ao Eng Oscar Machado da Costa

O engenheiro Oscar Machado da Costa, ao centro com agasalho xadrez, junto com seus operários da firma Machado da Costa. Gazeta do Povo
Hoje é feriado em Porto Amazonas devido ao prefeito Sr Alcides Gomes da Costa ter usado a data para homenagear em 1963 (Lei Nº 110 de 20/12/63) o Engenheiro Oscar Machado da Costa, esta data também é a de seu sepultamento, ele faleceu no dia 30 de outubro (segundo consta no livro Historia de Porto Amazonas de Jucilda Boscardin Müller, porém na matéria do Jornal do Brasil dá-se a entender que o fato ocorreu em 31/10).

A Ferrovia
Oscar Machado assinou um contrato em 1936 com a RFFSA para proceder os Estudos e Reforço das Pontes desta ferrovia, instalando sua Empresa de Engenharia em Porto Amazonas, durante 33 anos ela solidificou a economia de nossa cidade, empregando grande parte dos munícipes.

Conta-se que ele respeitava muito seus funcionários e toda a população, na época do inverno distribuía peças de flanela para os filhos de seus empregados e para as crianças carentes das escolas da cidade, adorava passear de cavalo e tinha muito prazer em conversar com as crianças, geralmente dava gorjeta à elas, para que não achassem que era esmola ele pedia água em troca.

Ponte Preta

Umas das obras mais conhecidas pelos paranaenses é a Ponte Preta que fica em Curitiba e foi tombada pelo patrimônio histórico, é a segunda ponte construída no local. A primeira foi inaugurada em 2 de fevereiro de 1885 e era conhecida como Ponte da Rua Schmidlin, pois passava sobre a via assim denominada em homenagem ao proprietário dos terrenos do local. Ela foi a última etapa da construção da ferrovia ligando Paranaguá a Curitiba.

Com o aumento do tráfego ferroviário e do peso das composições, ela foi substituída pela atual ponte, inaugurada em 1944, com estrutura metálica importada dos Estados Unidos (naquela época não havia produção de aço no Brasil) e pedras talhadas em formas geométricas. Ela foi montada sob a supervisão do seu projetista, o engenheiro Oscar Machado da Costa.

Considerada uma obra de arte da engenharia ferroviária, a Ponte Preta é única no mundo. Sua arquitetura foi especialmente desenvolvida, já que naquela época não existia o conceito de protensão (tensões prévias no concreto).

“A ponte possui três grandes vigas. A do meio sustentava o maior peso e não havia geometria para mudar a altura dela. Por isso, foi construída uma viga com balanço concretado para dar o peso contrário ao do trem. Foi a primeira vez no mundo que esse conceito foi utilizado”, explica o engenheiro Raul Ozório de Almeida, filho de um dos responsáveis por construir a obra, o engenheiro Roberto Saraiva Ozório.

A empresa que fabricou a ponte nos Estados Unidos exigiu um documento que garantisse a estabilidade da obra, pois nunca tinha construído algo semelhante. A Ponte Preta foi desativada nos anos 70, devido à inauguração da nova estação rodoferroviária, e tombada como patrimônio histórico estadual em 1976.

Abaixo a transcrição da noticia sobre sua morte publicada no Jornal do Brasil de 01/11/1963 pag 5

Morreu Oscar Machado da Costa

“Morreu aos 69 anos de idade na Casa de Saúde São Sebastião, onde se encontrava internado há alguns dias, o engenheiro Oscar Machado da Costa, considerado o maior especialista brasileiro na construção de pontes, e que ultimamente estava empenhado na projeção e execução de cinco viadutos entre os quais se destaca o que será o mais alto da América Latina, com 132 metros corresponde a um edifício de mais de 40 andares.

Autor do livro “Vigas Armadas’ e de várias monografias técnicas, o Dr. Oscar Machado da Costa, como fiscal do Brasil nas obras da ponte internacional Brasil-Argentina, entre Uruguaiana e Paso de Los Libres descobriu que a parte brasileira estava sendo construída errada (não se encontraria com a da Argentina) e não só a consertou como ainda conseguiu a etapa do Brasil antes da Argentina.

O DINOSSAURO - Durante a construção da ponte Florentino Avidos em Colatina, houve uma particularidade que chamou a atenção na época. É que o engenheiro Oscar Machado da Costa chegou a inventar em Colatina, um mecanismo denominado “dinossauro”, destinado ao lançamento dos pontilhões metálicos sobre os pilares, com vãos de 25 metros. Invento este que foi largamente aplicado no país em outras obras da mesma espécie.

ELE INVENTOU O DINOSSAURO

Nascido em Lambari, Minas Gerais, em 8 de julho de 1894, Oscar Machado da Costa, formou-se na Universidade de Cornell (EUA), na turma de 1916. Destacam-se entre os seus projetos a ponte sobre o rio Paraná, em 1920, a ponte sobre o Rio Doce em Colatina, no Espírito Santo, quando inventou o aparelho e que denominou “Dinossauro”, para lançamentos de vôos metálicos hoje amplamente usado.
A Ponte nos dias atuais 

Foi designado pelo Clube de Engenharia para proceder a vistoria técnica e aprovar a ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, que é a maior do Brasil. Dedicou-se ao estudo e à execução de reforço de pontes metálicas e ferroviárias sem interrupção de tráfego, ou seja, montava a nova ponte ao lado da antiga, que depois era inutilizada.

Ele possuía a Ordem do Mérito Militar e era membro da American Society of Civil Engeneer, nos Estados Unidos, da Academia de Ciência de Nova Yorque e da Sociedade de Engenheiros Civis da França. Era casado com Amália e tinha três filhas: Lídia, Amália e Luzia”.
Jornal do Brasil – 1 nov. 1963



*Publicado originalmente em 01/11/2012 no Portal Porto Amazonas Conectado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.