Acontecendo

segunda-feira, 27 de março de 2017

Comissão de Indústria e Comércio convoca audiência pública para debater “Carne Fraca”

Deputado Marcio Pauliki - Presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Emprego e Renda da Assembleia Legislativa do Paraná

Presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Emprego e Renda da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado estadual Marcio Pauliki convocou uma audiência pública para debater os reflexos da “Operação Carne Fraca”, desencadeada pela Polícia Federal. O intuito da audiência é buscar esclarecimentos técnicos e discutir os impactos da operação.

A “Operação Carne Fraca” causou desconfiança no mercado externo em relação à carne produzida no Brasil. A queda das exportações foi abrupta: de 63 milhões de dólares por dia passou para 74 mil dólares diários – uma queda de 99%.

Além disso, o desemprego tomou conta do mercado deste segmento. Dois frigoríficos localizados Região Metropolitana de Curitiba e que foram alvos da Operação Carne Fraca cessaram as atividades na semana passada e demitiram 280 funcionários.

“Precisamos debater com a sociedade os rumos desta operação e os critérios técnicos adotados. O impacto na geração de emprego e renda é preocupante”, afirma o deputado Pauliki. Uma das principais razões para a Alep convocar a audiência é o número de fábricas do Paraná citadas na investigação – de um total de 21, 18 estão localizadas em território paranaense. A audiência será realizada no dia 11 de abril.

A Comissão irá convocar representantes de diferentes setores envolvidos no assunto, como a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Emater, Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Vigilância Sanitária Estadual, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, Secretaria Estadual de Agricultura, Associação Paranaense de Suinocultura, Associação Paranaense de Supermercados, Associação Paranaense de Avicultura, Sindicato de Indústria de Carnes e derivados do Estado, Ministério da Indústria e Comércio, Ministério das Relações Exteriores, Polícia Federal e Ministério Publico Estadual e Ministério Público Federal.

Pauliki defende que os fatos sejam apurados e averiguados pelo polícia, Ministério Público e Poder Judiciário. “Mas não devemos cometer a injustiça de arrastarmos todos os produtores e empreendedores para o mesmo lugar. A maioria das pessoas que trabalham no ramo seguem rigorosas regras legais para garantir a segurança alimentar da população”, ressalta o parlamentar.

Em estudo recente da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) está previsto que, para suprir a demanda mundial de alimentos, produção e oferta terão de crescer 40% nos próximos 20 anos. Com o crescimento da população e a mudança de hábitos de alimentação, especialmente nos países emergentes, a dieta que hoje é composta por 20% de proteína animal deve chegar a 30% no mesmo período. “O Brasil é responsável por suprir quase metade dessa produção. É preciso ter responsabilidade para apurar os fatos”, aponta Pauliki.

O Brasil possui o segundo maior rebanho do mundo, com 22,5% do total de cabeças de bovinos, sendo o maior exportador. Na produção de carnes de aves e suínos também ocupamos posição de destaque no mercado mundial. Assim, o setor de carnes e derivados é responsável por 16% do total de nossas exportações.

A Operação Carne Fraca foi deflagrada no último dia 17 e apura um suposto esquema de fraude na produção, fiscalização e comercialização de carnes, envolvendo pagamento de propina aos fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A investigação teria encontrado indícios de adulteração de produtos e venda de carne vencida e estragada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.