Acontecendo

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Recuperação em 21 microbacias contribui para revitalizar o Iguaçu


O Paraná precisa reduzir o volume de terra e de outros materiais que chegam ao Rio Iguaçu por meio de práticas conservacionistas. “A lavoura tem que absorver a água e impedir a erosão. Nossos produtores precisam voltar a ser bons usuários do solo agrícola.” O alerta é do secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, que nesta terça-feira (9) apresentou aos representantes das instituições que compõem o Grupo Gestor do Rio Iguaçu (GGRI) as ações da secretaria, em andamento e planejadas, na bacia do Rio Iguaçu.

A reunião teve como anfitrião o presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Mounir Chaowiche. A coordenação do GGRI está sob responsabilidade da empresa.

Dos projetos em execução, ele citou a recuperação ambiental em 21 microbacias contribuintes do rio. Entre os beneficiados estão rios localizados ao longo do eixo do Iguaçu, como Gonçalves Dias, Piraquara, Marrecas, São Roque, Juquiá, Tapera e Caçador.

Para recuperar e manter a capacidade produtiva dos recursos naturais e com base na gestão de microbacias, são implementadas ações de correção de solos, práticas de controle à erosão e a proteção dos recursos hídricos.

Ortigara também anunciou que a secretaria está atuando para que a Região Metropolitana de Curitiba se torne referência em agricultura mais limpa, menos usuária de químicos e com práticas agronômicas eficientes. “Com atuação em outras frentes, estamos contribuindo para melhorar a qualidade das águas que chegam ao Iguaçu”, assegurou Ortigara.

Mounir lembrou que a Sanepar contribui para evitar a poluição dos rios e para a recuperação e revitalização do meio ambiente. “Diariamente, ao tratar o esgoto que sai da casa dos paranaenses, impedimos que milhares de toneladas de material contaminante cheguem aos rios”, disse ele. “O lodo gerado nas estações de tratamento de esgoto, ao ser encaminhado para a agricultura, como adubo, ou ao ser transformado em biogás, também alivia a pressão sobre os recursos hídricos. Este é o trabalho que realizamos todos os dias e que contribui para a recuperação e revitalização do meio ambiente.”

O coordenador do GGRI, Mario Celso Cunha, enfatizou que nas reuniões mensais os projetos são integrados e apresentados os resultados dos trabalhos. “No entanto, o trabalho efetivo de planejamento e de execução é feito entre uma reunião e outra, nas câmaras temáticas e nas instituições parceiras.”

REPRESENTANTES


O Grupo Gestor do Rio Iguaçu (GGRI) foi criado pelo Decreto 1589/2015, é composto por representantes das secretarias do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema, da Agricultura e Abastecimento (Seab), do Planejamento e Coordenação Geral (SEPL), do Desenvolvimento Urbano (Sedu), da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), da Companhia Paranaense de Energia (Copel), do Instituto das Águas do Paraná (AguasParaná), Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da Casa Civil, dos Institutos Lactec, da Adapar e ParanáCidade.

Outras instituições também se agregaram ao projeto, como a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Polícia Federal, Paraná Metrologia, Rotary, Ministério Público, Federação das Indústrias (Fiep), Prefeitura de Curitiba. O GGRI realiza mensalmente uma reunião ordinária.
















*Fonte Agência Estadual de Noticias
*Imagem: Ilustrativa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.