Acontecendo

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Criança nasce dentro de veículo com auxílio de policiais militares na Capital do estado


Uma parturiente viveu momentos únicos na manhã gelada desta quarta-feira (20/07) ao dar a luz dentro de um veículo em pleno congestionamento na BR 116, no bairro Tatuquara. Policiais militares do Regimento de Polícia Montada (RPMon) cruzaram seu caminho e foram os “parteiros” do nascimento do bebê, amparando mãe e filho até a chegada de uma equipe médica de emergência. Ela e a criança foram levados a um hospital e passam bem.

“Não tenho palavras para agradecer os que os policiais militares fizeram por mim e pela minha família. Foi graças a eles que tenho nos braços meu primeiro filho e quero que eles frequentem minha casa, pois serão meus amigos por toda a vida”, disse Gerson Cabral Cruz, de 26 anos, pai do recém chegado André Felipe de Souza Cruz.

Por volta de 8h40, a equipe policial, composta pelos soldados Guilherme Maurício Tissi e Cleiton Stadnik, já estava no fim do horário de serviço e patrulhava pelas imediações da Ceasa (Central de Abastecimento do Paraná S.A), já cansada pela noite de trabalho na rua, teve uma grande surpresa: uma mulher veio até os policiais pedindo ajuda.

“Ela disse que sua filha estava prestes a dar a luz e devido ao congestionamento da BR 116 não conseguiu deslocar-se a tempo de carro até um hospital. Prontificamo-nos a ajudar e, com o módulo móvel, passamos a abrir caminho para que o veículo da família passasse. Como ela estava com dores e impossibilitada de andar, ela foi conduzida no próprio veículo, conduzido pelo marido”, disse o soldado Tissi.

A menos de uma quadra, no cruzamento com a Rua João Amadeu Pedro Bom, no bairro Tatuquara, o pequeno André Felipe não quis esperar a chegada ao hospital e os policiais militares, dotados de treinamento para agir em situações de emergência como essa, adotaram as técnicas e ajudaram no nascimento da criança.

“Logo em seguida acionamos o Samu para prestar apoio e o soldado Stadnik correu até um posto de saúde próximo dali para que uma equipe de enfermagem avaliasse tanto mãe quanto filho. Ao constatar que estavam bem, eles foram levados de ambulância para um hospital a fim de receber o atendimento adequado”, explicou Tissi.

O soldado Stadnik ficou emocionado ao ver o nascimento do bebê, pois há alguns dias tinha acompanhado o nascimento de seu filho. “Passou um filme na minha cabeça durante toda a situação, realmente foi um momento tenso, mas que se transformou no dia mais feliz na vida do casal ao ter seu primeiro filho. Essa ocorrência marcou minha carreira policial e espero ter uma longa amizade com a família”, disse.















*Por Marcia Santos
Jornalista PMPR



Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.