Acontecendo

terça-feira, 28 de junho de 2016

Professora usa duas maçãs para mostrar os efeitos do bullying

As crianças estão sujeitas a sofrer e praticar bullying com seus colegas sem ter a real dimensão do que essa agressão pode causar. Uma professora britânica, no entanto, encontrou um jeito genial e simples de discutir o assunto usando apenas duas maçãs. Sim, você leu certo.

Quer entender melhor? Antes de entrar na sala de aula, Rosie Dutton pegou duas maçãs iguais. Uma delas, contudo, ela jogou repetidamente no chão, mas tomando cuidado para que seu exterior continuasse sem nenhum problema aparente.

Já ao lado das crianças, a professora fez com que eles vissem como as frutas eram semelhantes e, então, começou seu experimento. “Peguei a maçã que eu havia jogado no chão anteriormente e comecei a dizer aos alunos o quando eu não gostava dela, que eu a achava repugnante, que tinha uma cor horrível e o caule era muito curto. Depois disso, falei que por conta de eu não gostar dela, não queria que eles gostassem também”, conta Dutton no post que viralizou rapidamente no Facebook e foi compartilhado mais de 235 mil vezes.

Ainda de acordo com ela, algumas crianças acharam aquilo estranho, mas foram passando a maçã de mão em mão e dizendo coisas ruins. A outra fruta também entrou no jogo, mas de maneira oposta, já que apenas suas qualidades foram exaltadas. “Depois eu cortei as duas maçãs. Aquela com a qual fomos bons estava limpa, fresca e suculenta. A outra, sobre a qual foram ditas coisas ruins, estava toda machucada e mole”, escreve.

Para a professora, aquele foi um momento de iluminação dos alunos. “Eles realmente entenderam: os machucados e os pedaços quebrados daquela maçã representam o que está acontece dentro de cada um de nós quando alguém nos destrata com palavras ou ações”.

Rosie Dutton frisa, ainda, que “quando as pessoas sofrem bullying, especialmente as crianças, elas se sentem mal às vezes não mostram ou contam aos outros como estão se sentindo. Se não tivéssemos cortado aquele maçã, jamais saberíamos quanta dor causamos a ela”.

Um exemplo fácil e poderoso para usar em casa, não é?

















Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.