Acontecendo

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Aliel critica PT e PMDB durante voto e defende novas eleições

A comissão de impeachment da Câmara dos deputados votou hoje (11) o parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO) sobre o processo que apura crime de responsabilidade contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Os 65 integrantes da comissão analisaram o relatório e votaram a admissibilidade do documento que agora segue para análise em plenário, o que deve ocorrer no próximo fim de semana. O deputado Aliel Machado (Rede-PR) votou contrário ao relatório.

A discussão se estendeu durante toda a segunda-feira, com líderes dos partidos discutindo o relatório e defendendo as posições. Durante sua fala, já no início da noite, o deputado criticou duramente o PT e o PMDB e lembrou que a Rede é favorável ao julgamento da ação no TSE, que pode levar a cassação da chapa Dilma-Temer caso se comprovem denúncias de uso de dinheiro de propina nas eleições em 2014. “Nós temos como foco a ação que investiga dinheiro de propina, de empresas estatais para financiamento eleitoral da chapa. É uma ação sem cor partidária, respeitando profundamente a constituição brasileira”, disse o deputado.

Sobre a orientação do partido, Aliel ainda lembrou que a Rede, sob o comando de Marina Silva, não faz enquadramento de parlamentar, liberando os deputados para votar de acordo com o que acreditam. E mesmo com a posição do partido pelo impeachment, Aliel disse que não poderia votar em um relatório que poderia levar a um programa desconhecido para o país. O deputado falou também sobre a falta de legitimidade de um possível governo Temer. “A nação brasileira tem que entender as consequências de um voto indireto pra eleger alguém que tem um programa diferente daquele que foi eleito, também não irá governar o país”, alertou ele, que complementou: “Eu não posso concordar com um processo político que levará o vice Michel Temer à Presidência. O plano de governo dele não me representa”, disse.

Ao final o relatório acabou sendo aprovado por 38 a 27 e agora segue para a apreciação no plenário da Câmara, nos próximos dias, aonde os deputados vão decidir em votação se o processo segue para julgamento no Senado. Para isso o relatório precisará de 342 votos favoráveis.


*Com informações da Assessoria
*Imagem: Ilustrativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.