Acontecendo

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Campina Grande do Sul confirma primeiro caso de zika contraído dentro da cidade


A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande do Sul, cidade da região metropolitana localizada a 30 km de Curitiba, confirmou nesta quarta-feira (24) um caso de zika vírus autóctone – quando a doença é contraída dentro do município. É o primeiro relatado oficialmente desde o surto da doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A vítima, de 66 anos, é moradora do Eugênia Maria, passou por tratamento no Hospital Angelina Caron e está sendo acompanhada pela Unidade Básica de Saúde do bairro. Todas as ações de bloqueio no entorno da residência já foram realizadas.

“Com este primeiro caso confirmado, podemos afirmar que há foco do Aedes aegypti no município. O perigo aumentou e os cuidados de todos nós precisam ser redobrados”, disse o secretário, Lucas Sehnem.

O caso de zika no município consta oficialmente no Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), do Ministério da Saúde.

Dengue

Campina Grande do Sul também teve três casos confirmados de dengue, mas todos importados – quando a doença é contraída em outra cidade. Dois deles foram identificados em 2015 e o mais recente, no mês passado.

Além disso, há outros 33 casos suspeitos de dengue. As amostras aguardam resultado de análise.

Cuidados

A principal forma de se prevenir contra a dengue e o zika vírus continua sendo evitar água parada e manter terrenos e quintais limpos. “Temos feito mutirões em todas as regiões do município, informando a população sobre a necessidade de tomar esses cuidados. Ficamos frustrados ao observar que muitos ainda descumprem as orientações”, disse a coordenadora de Atenção Básica, Marilda Schwartz.

Quem não cumprir essas e outras instruções, que estão estabelecidas no Código de Posturas Municipal, será notificado e, em caso de reincidência, será multado no valor de R$ 657.

O Código de Posturas (Lei Complementar 19/2015) determina que os proprietários ou responsáveis por imóveis devem manter seus terrenos em perfeito estado de conservação e manutenção, sem resíduos. A legislação também obriga a separação dos materiais recicláveis dos demais resíduos – os recicláveis devem ser armazenados em sacos plásticos brancos ou coloridos (verdes, azuis ou de qualquer outra cor) e os outros em sacos pretos.

A lei ainda diz que os moradores não devem deixar retida água em pneus, plásticos, peças e outros objetos que sirvam de esconderijo e criadouro de insetos. Também é proibido amontoar resíduos nos logradouros públicos, do interior dos edifícios e dos quiosques para as áreas de uso comum.

Em Campina Grande do Sul o telefone de plantão da Vigilância em Saúde, para denúncias e mais informações, é o 41-9119-9644.

*Com informações da SMCGS
*Imagem: Ilustrativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.