Acontecendo

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Pesquisa: maioria dos brasileiros acha democracia o melhor sistema de governo

A maioria dos brasileiros (73%) acredita que a democracia pode ter problemas, mas é o melhor sistema de governo, segundo pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), embora 22% dos brasileiros não concordem com essa afirmação e 5% não saibam ou prefiram não responder.

Realizada em 62 países, a pesquisa ouviu 63.898 pessoas e mostrou que a proporção de brasileiros que concorda que a democracia é o melhor sistema de governar está alinhada com a média global, que é de 76%. Os que não concordam, somam 20% da população mundial.

Os níveis mais altos de concordância com a democracia como sistema de governo foram observados na América do Norte (82%), África (80%) e Europa Ocidental (80%). Os países menos entusiastas da democracia estão na região norte da Ásia (55%), no leste europeu (64%) e na América Latina (68%).

Os países que mais aprovam a democracia são: Suécia (93%), Marrocos (92%), Argentina (91%), Suíça (90%), Quênia (89%), Finlândia (87%), Fiji (87%), Portugal (88%), Alemanha (86%), Turquia (86%), Áustria (85%) e Islândia (84%).

No sentido oposto, as dez nações onde os percentuais de concordância são menores são: Japão (46%), Palestina (49%), Bulgária (52%), México (54%), Hong Kong (55%), Bósnia (56%), Sérvia (57%), Romênia (58%), Líbano (61%) e Rússia (62%).

Outro questionamento apresentado pela pesquisa foi se o país onde o entrevistado vive é governado de acordo com a vontade da população. As opiniões se dividiram ao redor do mundo: 50% concordam e 46% discordam.

As populações do leste e oeste da Ásia foram as que mostraram maior satisfação em relação aos governantes agirem de acordo com a vontade da população (69% e 60% respectivamente). Os que mais discordaram estão na América Latina (58%), Europa Ocidental (56%) e Leste Europeu (55%).

Em 32 dos 62 países pesquisados, há mais pessoas que acreditam que o governo não age de acordo com o desejo da população. Em 26 nações há mais pessoas que acreditam que a gestão está de acordo com a vontade das pessoas e em quatro países as opiniões estão divididas, entre os quais está o Brasil (51% concordam e 48% discordam).

As dez nações aonde os cidadãos mais acreditam serem governados segundo sua vontade são: Fiji, Afeganistão, Vietnã, Marrocos, Indonésia, Suécia, Equador, Quênia, Panamá e Paquistão. No lado oposto, entre os que acham que os governantes não respeitam suas vontades, estão Armênia, Letônia, Bulgária, México, Bósnia, Líbano, Cazaquistão, Grécia, Bélgica e Espanha.

*Reportagem da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.