Acontecendo

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Discurso de prevenção é atrasado, diz entidade que trabalha com aids há 28 anos

O discurso da prevenção do HIV nos dias atuais remonta a ideias do século passado e não interage com os mais afetados pela epidemia: os excluídos. A afirmação está na publicação lançada hoje (1), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, pela Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids (ABIA), que há 28 anos trabalha com o tema. O artigo Perspectiva política - Pedagogia da Prevenção: reiventando a prevenção do HIV no século XXI está disponível para download em português e, na versão em inglês.

Falta, segundo o texto, respeito pela autonomia dos indivíduos e coletividades, bem como valorização de outras vozes e conhecimentos empíricos. Para o diretor-presidente da ABIA, Richard Parker, são necessárias mudanças sociais, técnicas e tecnológicas para erradicar a Aids.

“Numa época em que se amplia o número de opções preventivas, desenvolver uma resposta que promova o empoderamento das pessoas em risco de infecção pelo vírus do HIV é um dos grandes desafios para a prevenção no século XXI. Para que as pessoas façam escolhas conscientes, é preciso ter garantido o acesso à informação sobre saúde, a fim de tomar decisões baseadas no que é melhor para cada realidade” destacou Parker.

O foco apenas na camisinha é um exemplo do atraso na forma como governos e instituições investem na prevenção. O estudo ressalta que existem novos métodos além do preservativo, que não deve ser descartado, mas combinado com abordagens mais recentes como as profilaxias pré-exposição e pós exposição, circuncisão masculina, métodos preventivos comportamentais, estruturais ou contextuais.

Oferecer acesso a todas as opções preventivas e à informação sobre cada uma delas é, segundo o artigo, tão importante quanto o acesso ao tratamento. Como parte dos eventos de luta de enfrentamento ao HIV, amanhã (2) haverá apresentação comemorativa, no Centro Cultural Banco do Brasil, dos 20 anos do documentário Cabaret Prevenção, do diretor Vagner de Almeida, sobre as oficinas e o livro feito com participantes das Oficinas de Teatro Expressionista, Sexualidade e Aids para Homens que fazem Sexo com Homens (HSH) iniciadas na ABIA em 1993. haverá debate com o diretor e dois personagens que participaram do filme na época.

* Reportagem da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.