Acontecendo

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Preços das hortaliças aliviam inflação da dona de casa, informa a Conab


O preço da cebola para o consumidor caiu em média 45,8% nas principais centrais de Abastecimento (Ceasas) do país, de acordo com boletim divulgado hoje (23) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A queda, em relação aos preços cobrados no início do segundo semestre, decorre da chegada da nova safra do produto ao mercado, gradativamente, desde o final de setembro.

No mercado paulista, a cebola chegou a ser vendida a R$ 3,17 o quilo, na segunda semana passada. A Conab verifica, no entanto, que os preços registrados ficaram abaixo dos custos de produção, o que deverá provocar diminuição na área plantada e consequente redução de oferta do produto em futuro próximo, com nova pressão inflacionária da hortaliça.

Comportamento semelhante verifica-se com a batata, que registrou boa produção e maior oferta do produto ao mercado, no mês de outubro, com consequente baixa de preços. Mas, em virtude do atraso na colheita do produto no Sul do país, a oferta caiu um pouco. Com isso, os preços se recuperaram nas duas últimas semanas. A cenoura também está com preço em queda, e o cenário deve se manter, porque a oferta do produto proveniente de Minas Gerais continua expressiva.

O tomate, por sua vez, tem apresentado aumentos neste ano, em decorrência da variação do dólar, o que impulsiona os custos de produção. Em outubro, apenas três dos oito entrepostos analisados registraram queda de preços. Neste mês, os preços continuam em alta na maioria das Ceasas. Em São Paulo o preço aumentou de R$ 2,50 para R$ 4 na média.

As frutas, por sua vez, pressionam os preços ao consumidor, principalmente por causa das exportações. Com o dólar valorizado, o mercado externo passa a ser mais rentável ao produtor, o que diminui a oferta dos produtos internamente, com aumento dos preços ao consumidor. A subida é mais percebida na comercialização de laranja, maçã e mamão. Banana e melancia registraram variações de alta e de queda nos preços, conforme a região.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.