Acontecendo

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Cursos do IMM combatem violência doméstica

Iniciativas foram apresentadas na I Jornada Nacional Mulher Viver Sem Violência e para a Maria da Penha
Os projetos que o Instituto Mundo Melhor (IMM) desenvolve com o objetivo de combater a violência doméstica foram apresentados na I Jornada Nacional Mulher Viver Sem Violência. A abertura do evento aconteceu no dia 23 de novembro, em Curitiba, e contou com a presença da Maria da Penha. Os cursos na área de prevenção da violência contra a mulher fazem parte do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Mundo Melhor e foram desenvolvidos em parceria com a Wolli Consultoria e Treinamento.

O IMM foi representado no evento pelo seu fundador, Marcio Pauliki. “É investindo em educação e em diversas ferramentas que reduzam a violência e promovam a paz que buscamos contribuir para a construção de um mundo melhor. A violência doméstica é um tema atual e a discussão desse assunto é fundamental. É com coragem e determinação que vamos vamos começar a mudar essa realidade”, enfatiza.

A parceria entre o IMM e a Woli também inova na capacitação à distância de diversos públicos, entre os quais jovens em busca do primeiro emprego, estagiários e aprendizes, além de atender a detentos do sistema penal paranaense através de um convênio com a Secretaria de Estado da Segurança Pública. Os ambientes são distribuídos em cerca de 40 locais, desde unidades em entidades sociais, sindicatos, escolas públicas, telecentros da juventude, além das penitenciárias estaduais.

A partir de 2015, esse sistema passou a ser implantado também no Estado do Ceará e no Estado do Amazonas. “O sucesso dessa iniciativa público-privada se deve ao fato do projeto ser de fácil aplicação, sem custo para o poder público e com possibilidades claras de reinserção social da população beneficiada”, destaca o presidente do IMM, Jeroslau Pauliki.

A plataforma de cursos desenvolvida pela Woli conta com 120 opções em diversas áreas do conhecimento: educação, saúde e bem-estar, empreendedorismo, governança doméstica, informática e línguas. No caso parceria com o Governo do Estado para atendimento ao sistema penal, a cada 12 horas de cursos realizados, existe a remição de um dia na pena a ser cumprida.

Maria da Penha

Ela sofreu violência doméstica durante 23 anos de casamento e lutou para que seu agressor fosse condenado. Em 1983, seu marido, tentou matá-la duas vezes. Na primeira vez, ele atirou em Maria da Penha enquanto ela estava dormindo. Pouco tempo depois, ele tentou eletrocutá-la durante o banho. Por conta das agressões sofridas, Maria da Penha ficou paraplégica.

Hoje ela é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, vítima emblemática da violência doméstica. Tive o prazer de conhecer essa mulher tão forte e corajosa ontem à noite. Aproveitei a oportunidade para apresentar bem como meus projetos de lei voltados a este tema.

* Reportagem da Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

» Os comentários não são de responsabilidade do Blog do Riomar Bruno;
» Os comentários deste Blog são todos moderados;
» Escreva apenas o que for referente ao tema;
» Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
» Faça comentários relevantes;
» Para entrar em contato acesse nosso formulário de contato;
» O Blog não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo;
» Ao comentar você declara que leu e aceita as regras dos comentários e que ele não fere o Marco Civil da Internet;
» Obrigado por sua visita e volte sempre.

Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.