Acontecendo

Geral
Campos Gerais

Porto Amazonas

Geral

Economia

Foto do Dia

Últimas Notícias

domingo, 30 de abril de 2017

Palmeira: Jovem é espancado com barra de ferro e morre no hospital


A Polícia Civil de Palmeira, investiga mais um caso de homicídio registrado neste fim de semana no bairro Rocio. Ederson Fernandes Ribeiro, de 22 anos, foi espancado com uma barra de ferro. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu pouco tempo depois. O crime aconteceu na rua Tenente Manoel José de Araújo por volta das 19h50.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas viram dois homens usando uma barra de ferro para espancar a vítima. O Corpo de Bombeiros foi acionado e prestou os primeiros socorros ainda no local do crime. A vítima foi encaminhada até a Santa Casa de Palmeira, mas devido à gravidade dos ferimentos, precisou ser transferida ao Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais. Apesar dos esforços, ele não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.

Ainda conforme a PM, a vítima foi encontrada com 11 pedras de crack. A droga foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil, que agora investiga a autoria do homicídio.

Com informações do Portal aRede

MP permite que pais de Porto Amazonas voltem a registrar crianças como porto amazonenses

Além de Porto Amazonas, no Paraná, outras 294 não possuem serviços de parto pelo SUS

A Medida Provisória 776/2017 publicada na última quinta-feira (27) no Diário Oficial da União (DOU) vai beneficiar não somente Porto Amazonas, más milhares de famílias e regiões brasileiras que ficaram décadas sem registrar nascimentos. A partir de agora, os pais poderão escolher entre registrar o local de sua residência ou o local de nascimento da criança. O texto, assinado pelo Presidente da República, Michel Temer, altera a Lei nº 6.015/73, que dispõe sobre os registros civis públicos.

A Medida Provisória atende a um pedido de municípios que não possuem maternidades e, a partir de agora, poderão registrar nativos de suas localidades. No Paraná, por exemplo, dos 399 municípios, 105 possuem serviços de parto pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Até então, por força de lei, os pais eram obrigados a registrar os filhos na cidade de nascimento, ou seja, nos municípios que contam com maternidades. Agora, eles também podem optar por registrar as crianças na cidade onde a família mora, o que não era permitido”, explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

“Nem todos os nossos municípios têm capacidade de gerir grandes equipes de saúde. Então, a gestante deve ser atendida em um local que garanta uma assistência adequada. Mas, não por isso, as cidades devem ficar sem registros de nascimento em suas localidades. A alteração desse modelo também é um benefício para as famílias que desejam que esse registro seja feito no local em que a criança irá residir”, comenta o secretário de Estado da Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto.

Com a iniciativa, além de beneficiar o lado emocional das pessoas, o Governo Federal poderá controlar melhor as natalidades, os dados de epidemiologia e mapear todos os municípios brasileiros para desenvolvimento de ações e políticas públicas, facilitando o trabalho de acompanhamento por parte dos profissionais que atuam pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, além de beneficiar as famílias, a iniciativa atende a um pedido antigo dos municípios que não tem maternidades e, a partir de agora, poderão registrar nativos de sua localidade. A Medida Provisória já está valendo desde quinta-feira (27), os cartórios já estão autorizados a receber e registrar as crianças nas cidades onde os pais residem.


sexta-feira, 28 de abril de 2017

Sanepar realizará manutenção preventiva em reservatório de Porto Amazonas


A Sanepar informa que, na próxima quarta-feira (3), vai realizar serviços de manutenção preventiva no reservatório de abastecimento de Porto Amazonas. Durante a execução dos serviços, poderá haver oscilação de pressão ou desabastecimento temporário. A regularização do sistema vai ocorrer durante a noite.

Clientes que possuem caixa-d’água domiciliar podem não ser afetados pelo desabastecimento. A Sanepar lembra que, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

A Sanepar pede que a população utilize água de maneira racional, evitando desperdícios.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Para consultar esta e outras informações, use o aplicativo para celular Sanepar Mobile ou acesse sempre o site da Sanepar: www.sanepar.com.br

Pelotão do CHOQUE faz apresentação em Porto Amazonas


Nesta sexta feira (28), no Centro de Educação Infantil Peixinho Feliz da AMAS em Porto Amazonas, ocorreu uma visita do Pelotão de Choque (canil) do 1° Batalhão da Policia Militar.
Além das crianças e adolescentes do CEI Peixinho Feliz, os alunos da Escola Municipal Maria de Lourdes Affonso Heimbecher e os alunos do Centro de Apoio Esperança também estiveram prestigiando a apresentação dos policiais com os cachorros.
Os alunos aprenderam como os cachorros são treinados para localização de entorpecentes, busca de pessoas e radiopatrulha.

As crianças e adolescentes demonstraram muito interesse e muitos tiveram a oportunidade de fazer perguntas aos soldados que foram prontamente respondidas.
O evento proporcionou a aproximação entre os policias e as crianças, demonstrando que a polícia é aliada da sociedade e que deve ser respeitada.

O CEI Peixinho Feliz parabenizou e agradeceu o Destacamento Policial Militar de Porto Amazonas através dos soldados Tadeu e Franco e ao Pelotão de CHOQUE (canil) do 1°Batalhão de Policia Militar pela oportunidade que a entidade teve de conhecer este lindo e importante trabalho da Polícia.

Veja mais fotos:






quarta-feira, 26 de abril de 2017

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado

Paralisação dos Correios inicia nesta quarta (26), às 22 horas. (Foto: Fernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil)

Os trabalhadores dos Correios entram hoje (26), às 22h, em greve por tempo indeterminado. A possibilidade de privatização e demissões, o fechamento de agências e o "desmonte fiscal" da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, diz a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e de R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos. Já a Federação alega que a receita tem crescido.

“O que tem acontecido é um plano de desmonte próprio da empresa, atacando a própria qualidade e universalização do serviço. Faz parte de um projeto privado com interesse de entrar no mercado”, disse a secretária de Imprensa da Fentect, Suzy Cristiny.

Segundo a Fentect, a privatização colocaria em risco o direito da população aos serviços dos Correios, já que a empresa tem fechado agências em cidades menos lucrativas. “Mais de 200 agências estão sendo fechadas por todo o Brasil. Com isso, muitos moradores do interior e das periferias vão ficar sem o atendimento bancário e postal dos Correios do Brasil”, informou a federação.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, tem dito que é contra privatizar os Correios, mas que a empresa terá que fazer "cortes radicais" de gastos para evitar a privatização, já que o governo não socorrerá a empresa financeiramente.

Críticas dos grevistas


Além do fortalecimento de franqueados e o fechamento de agências próprias, o que, na opinião da federação, “esvazia os negócios da empresa para a iniciativa privada”, a Fentect critica os repasses da empresa ao governo federal acima do valor estabelecido. “Nos últimos anos, os Correios repassaram para o governo federal R$ 6 bilhões e, desse montante, R$ 3,9 bilhões foram acima do valor estabelecido legalmente, prejudicando as reservas financeiras e investimentos necessários para a modernização da empresa”, informou.

A entidade cita ainda o distrato de R$ 2,3 bilhões do Banco Postal com o Banco do Brasil e a destinação de R$ 300 milhões em patrocínios nas Olimpíadas e pede uma auditoria na contabilidade da empresa.

Os sindicatos de todo o país se reúnem hoje (26) para referendar a manifestação sobre a greve. As entidades e a empresa já promoveram mesas de negociação, mas, segundo a secretária, não houve avanços. Ela disse ainda que os trabalhadores dos Correios se unirão às manifestações marcadas para a próxima sexta-feira (28) contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Além da mobilização pelo fortalecimento institucional dos Correios e universalização dos serviços, os trabalhadores reivindicam melhorias nas condições de trabalho, a contratação de novos funcionários, mais segurança nas agências, o retorno da entrega diária e o fim da suspensão de férias.

Outro lado

Em nota, a empresa informou que, caso o movimento grevista seja deflagrado, os Correios adotarão as medidas necessárias para garantir a continuidade de todos os serviços. “Uma paralisação dos empregados neste momento delicado pelo qual passa a empresa é um ato de irresponsabilidade, uma vez que a direção está e sempre esteve aberta ao diálogo com as representações dos trabalhadores”, informou. Os Correios não se manifestaram sobre as reivindicações dos trabalhadores.

Mais de 20 milhões de contribuintes já entregaram a declaração do IRPF 2017


A Receita Federal recebeu até às 11 h de hoje, 26/4, 20.045.795 de declarações. A expectativa é de que 28,3 milhões de contribuintes entreguem o documento.

Neste ano o programa Receitanet foi incorporado ao PGD IRPF 2017, não sendo mais necessária a sua instalação em separado.

A Receita alerta que os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Até às 11 horas de hoje:


No Paraná foram recebidas 1.285.850 declarações, (71,44 %) de um total esperado de 1.800.000 declarações.

Em Santa Catarina foram recebidas 911.200 declarações, (75,93 %) de um total esperado de 1.200.000 declarações

Palmeira recebe gestores de municípios da região em reunião da AMCG Cultura

Divulgação
Gestores de cultura de 12 municípios da região participaram da reunião da AMCG Cultura, realizada em Palmeira na última terça-feira (25), no auditório da Secretaria de Assistência Social. O principal assunto do encontro foi sobre patrimônio imaterial, visto que a ‘Cidade Clima’ é a única de região a contar com este tipo de tombamento.

A presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Palmeira (IHGP), Vera Lúcia Oliveira Mayer, realizou uma palestra e detalhou os passos para realizar o tombamento de um patrimônio imaterial, lembrando que o processo tem que ser abraçado pela população e que o objeto em questão tem que fazer parte das tradições, práticas, comportamentos e crenças do município.


Durante sua explicação, Mayer utilizou como exemplo os dois casos de Palmeira – o Pão no Bafo e a Fanfarra Arthur Orlando Klas. “São elementos que marcam e marcaram a vida de muitos palmeirenses. Acreditamos que deste modo a cultura local será protegida, lembrada e valorizada por muito tempo”, relatou.


Após a palestra, o secretário municipal de Cultura, Patrimônio Histórico, Turismo e Relações Públicas, Waldir Joanassi Filho, que também é coordenador da AMCG Cultura, falou sobre a ideia de criar um mapa gastronômico da região, contendo, além do Pão no Bafo, pratos típicos de cada município que compõe a AMCG.


Representantes dos municípios de Ortigueira, Tibagi, Porto Amazonas, Ponta Grossa, Teixeira Soares, Jaguariaíva, Castro, Ivaí, Carambeí, Ventania, e Curiúva, além de Palmeira, discutiram sobre a ideia. “Vamos criar uma identidade cultural para os Campos Gerais. O mapa cultural gastronômico será um grande passo para isso”, destacou Joanassi.


Além da reunião, os presentes participaram de um almoço, no qual foi servido o Pão no Bafo, e de um passeio para conhecer mais sobre a praça Marechal Floriano Peixoto, a Igreja Matriz e o antigo prédio da antiga Coletoria, onde atualmente funciona o Pólo da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Cerca de 300 mil veículos devem circular pelas principais rodovias cuidadas pela concessionária entre sexta-feira (28) e a próxima terça-feira (02/05)

Divulgação

A partir desta sexta-feira (28), a concessionária CCR RodoNorte inicia mais uma operação especial de tráfego. Por ocasião do feriado do Dia do Trabalho, na próxima segunda-feira (1º/05), os três principais eixos rodoviários cuidados pela companhia devem receber, em média, um fluxo 20% maior do que em dias normais. Somando os fluxos das BRs 376 e 277, além da PR 151, cerca de 300 mil veículos devem circular nestas rodovias durante o fim de semana prolongado.

Mais de metade deste movimento se concentra na BR 277, entre Curitiba e o Interior do Estado, na região de São Luiz do Purunã: a previsão do setor de Planejamento de Tráfego da CCR RodoNorte é de um fluxo de quase 170 mil veículos na soma dos dois sentidos da rodovia. Com relação aos dias de maior movimento na BR 277, a segunda-feira deve registrar um fluxo de 41,7 mil veículos - volume considerado 56% maior do que em dias normais.

Já para quem segue ao Norte do Paraná pela BR 376, a Rodovia do Café, pouco mais de 55 mil veículos devem circular pela região de Tibagi durante o feriado. De acordo com as previsões do setor de Planejamento de Tráfego da CCR RodoNorte, a PR 151, ligação dos Campos Gerais com o Norte Pioneiro e o Interior de São Paulo, deve receber quase 76 mil veículos na região de Carambeí. As duas rodovias, inclusive, recebem obras de duplicação em 10 frentes de trabalho simultâneas.

Horários de Pico

Com uma previsão de tráfego ligeiramente menor do que no feriado de Tiradentes, o fluxo durante o feriado do Dia do Trabalho tem previsão de movimento mais intenso entre às 15h e 20 horas da sexta-feira (28/04), entre 8h e meio-dia de sábado (29/04), além do horário entre 16h e 21 horas da segunda-feira (1º/05).

Obras e Atendimento

A partir de quinta, a CCR RodoNorte irá paralisar as obras de troca do asfalto nos dois e horários de maior movimento nas rodovias. Por outro lado, as intervenções que não causam impacto direto no tráfego, como as duplicações na BR 376 e PR 151, seguirão normalmente. Lembrando que para os usuários em trânsito pelas rodovias estão à disposição o site da CCR RodoNorte, www.rodonorte.com.br, além do telefone 0800 42 1500.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Homem de 52 anos morre afogado em Palmeira


Um homem de 52 anos, morreu vítima de afogamento no final da tarde de segunda-feira (24), em Palmeira. Ele estava na companhia de um amigo, na localidade de Lago, em Palmeira, quando se afogou ao tentar armar uma rede de pesca no rio.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as equipes foram acionadas por volta das 18h30 para prestar atendimento à vítima.
Mas, chegando no local, os profissionais já se depararam com o pescador fora da água e já em óbito. O corpo foi retirado do lago pelo colega de Teodoro.
O Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa esteve na região para recolher o corpo da vítima, que foi identificado como Teodoro Vasco Swiech.
A Criminalística também prestou atendimento à ocorrência para coletar informações.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

PRF flagra 7,8 mil veículos acima da velocidade máxima durante o feriado de Tiradentes no Paraná


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou imagens de 7.836 veículos transitando acima da velocidade máxima permitida durante os quatro dias de Operação Tiradentes no Paraná.

Entre quinta-feira (20) e domingo (23), os agentes da PRF flagraram 537 manobras de ultrapassagens proibidas e 75 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas.

Durante a operação, 11 pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais paranaenses. Outras 115 saíram feridas. A PRF atendeu 131 acidentes.

As causas dos acidentes que resultaram em vítimas mortas foram desatenção, excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, embriaguez ao volante e não guardar uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos.

O número de mortes é idêntico ao do mesmo feriado de 2016, quando 11 pessoas morreram em cinco dias de feriado prolongado. Na ocasião, o Dia de Tiradentes caiu em uma quinta-feira e a operação da PRF teve um dia a mais de duração.

Na semana passada, durante o feriado de Páscoa, a PRF registrou 13 mortes no Paraná ao longo de quatro dias de operação.

A PRF apreendeu ainda cerca de 1,53 milhão de carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai durante a Operação Tiradentes no Paraná. O valor de mercado de todas essas cargas ilícitas ultrapassa R$ 7,6 milhões.


Sobre os acidentes com mortes

O acidente mais grave da Operação Tiradentes 2017 aconteceu na noite quinta-feira (20), em Lindoeste. Um carro que transitava pela BR-163 invadiu a faixa contrária e bateu de frente contra um caminhão. Os três ocupantes do carro --um casal e o filho, um adolescente de 16 anos-- morreram no local.

Todas as 11 mortes ocorreram à noite ou de madrugada. Seis das vítimas morreram em colisões frontais. Sete mortes foram registradas em trechos de reta.

Seis mortes ocorreram em locais de pista simples e cinco, de pista dupla. A mesma proporção foi observada quanto ao clima: houve seis mortes com pista molhada, e cinco com pista seca.

Flagrantes de imprudência

Ao longo do feriado, os agentes da PRF registraram uma série de flagrantes de veículos muito acima da velocidade máxima permitida.

Na sexta-feira (21), os radares da PRF registraram um automóvel Mitsubishi Lancer a 195 km/h na BR-277, em São José dos Pinhais, e uma motocicleta a 181 km/h em um trecho urbano da BR-376 em Ponta Grossa, onde a velocidade máxima é de 80 km/h.

Na tarde de sábado (22), um automóvel Mercedes Benz foi flagrado a 199 km/h na na BR-277 em Matelândia, região oeste do Paraná. A velocidade máxima sinalizada no local, que fica no perímetro urbano da cidade, também é de 80 km/h.

Na região de Guaíra, uma outra Mercedes, com placas do Paraguai, foi autuada por transitar a 182 km/h, também no sábado.

Todos esses veículos transitavam em velocidades acima de 50% em relação ao limite máximo, infração gravíssima que prevê multa de R$ 880 reais e suspensão da carteira de motorista. O prazo dessa suspensão varia inicialmente de dois a oito meses, mas pode chegar a até um ano e meio, em caso de reincidência.

Em Foz do Iguaçu, os radares portáteis da PRF flagraram diversas motociclistas transitando a velocidade de até 168 km/h em um trecho da BR-277 onde o limite é 80 km/h. Um deles, que estava deitado sobre a motocicleta, receberá ainda uma segunda multa, por fazer malabarismo sobre o veículo. Essa, infração, de natureza gravíssima, também prevê suspensão da carteira de habilitação.

Números da Operação Tiradentes 2017 no Paraná:

11 mortos
115 feridos
131 acidentes
75 flagrantes de embriaguez
537 ultrapassagens proibidas
7.836 imagens de radar portátil
103 veículos recolhidos
1,53 milhão de carteiras de cigarro apreendidas
194,5 quilos de maconha

Fonte: PRF


Saúde
Doações
Todo o conteúdo do Blog do Riomar Bruno é gratuito, mas você pode ajudar nos custos de manutenção e produção do Blog. Faça sua doação, clique aqui para saber como.
Blog do Riomar Bruno
Rua Conrado Buhrer, 255 - Centro
Porto Amazonas - PR
Jornalista Responsável: Riomar Bruno dos Santos Ferreira
Comercial: (42) 99144-3838
falecom@riomarbruno.com.br
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Blog do Riomar Bruno.
-Textos e imagens de nossa redação podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte. Conteúdos e imagens aqui veiculadas são de responsabilidade das fontes aqui citadas
Duvidas e sugestões entre em contato.